Loading

A glória de um poeta

A glória de um poeta

2014

A glória de um poeta

Nesta obra encontra-se um personagem realmente parnasiano, seus sentimentos são profundos, extrassensoriais, por assim dizer.
Glória era o nome de sua amada, com quem teve filhos e um romance verdadeiro, e foi pego de surpresa, sendo traído pela amada, mãe de seus filhos, de quem jamais esperava tamanho ultraje.
O seu mundo desmoronou, moravam num paraíso campestre, na sua história comovente na qual despejou em seus poemas os seus mais nobres sentimentos. 

Diz ele em um trecho de seus lamentos:

- Quando viajei para o sul do país, nas minhas últimas férias, conheci Laércio... O motorista do ônibus. Evitarei peremptoriamente em falar sobre... porém, espero que você entenda, concedendo-me a sua alforria.
Extático e, estático feito à múmia, quase apoplético, ferido em meu orgulho, as lágrimas desceram torrencialmente sobre minha barba branca. Nunca enfrentara tamanha humilhação.
Nunca houvera chorado perante um ser humano, apesar de poeta, e agora sim, sou-o por completa circunstância.
Ao menos estou mais poeta!
Como é bom chorar, é uma necessidade intrínseca e fisiológica-mental, ou psicossomática se assim for melhor...

Boa leitura, são os nossos votos. 


jbcampos

Um amor que foi fatal - leia mais...

LEITURA SECRETA - LIBERTE-SE




Nenhum comentário


Deixe o seu comentário: